domingo, 21 de outubro de 2012

Historia Evangelística - O Guarda Chuva ambulante







Vocês gostariam de ouvir a história de um guarda-chuva ambulante?
É um fato que realmente aconteceu.

Um guarda-chuva grandão ia andando bem depressa pela rua.
Parecia possuir pés próprios, era bonito, feito de várias cores brilhantes, enorme ia saltitando pela rua abaixo.
Todo mundo ficou curioso à respeito do guarda-chuva estranho.

Crianças e adultos iam seguindo atrás, logo descobriram que os pezinhos pertenciam a um menino, ele andava depressa, sem dizer uma palavra, e o grupo seguia-o.
 
Finalmente chegaram a um lugar sombreado, debaixo de uma árvore bem grande, o menino colocou o enorme guarda-chuva no chão. E perguntou ele, as crianças que se aproximavam.

- Quem quer ouvir a história do meu guarda-chuva?
- Sentem-se então e escutem. Disse o menino, e todos obedeceram apesar do fato de alguns serem maiores do que ele.
Apontando para a parte preta ele começou:

- Estão vendo esta cor? O preto nos faz pensar na escuridão e no pecado, cada um de nós já fizemos coisas erradas uma vez ou outra. Muitas vezes pecamos numa hora quando ninguém está por perto, ou no escuro, quando ninguém pode nos ver. As coisas feias que praticamos são chamadas de pecado.
Todos escutavam com atenção.

 Vocês estão vendo esta cor dourada, representada pela cor amarela?
Esta nos faz lembrar o céu, onde tem ruas de ouro, vocês sabiam que nenhum pecado pode entrar no céu? Porque se entrasse estragaria o céu!
Não existe pecado lá, por isso nenhum de nós pode ir para o céu, porque todos nós temos pecado no coração.

Mais estão vendo esta cor vermelha? Continuou o menino... Esta nos conta que o Senhor Jesus Cristo morreu na cruz e derramou seu precioso sangue para nos perdoar os pecados.

O Senhor Jesus é o filho de Deus, Ele tomou o castigo que nós merecemos.

Quando cremos que Ele é mesmo o Filho de Deus e o recebemos como nosso Salvador, Ele perdoa todos os nossos pecados, tornando o nosso coração limpo e puro, como a parte branca do meu guarda-chuva, mais é preciso confiar em Jesus. Temos que pedir perdão pelos nossos pecados.Quando fazemos isso, Ele vem morar em nosso coração e torna-se nosso Salvador. E Jesus faz com que possamos entrar no céu um dia quando deixarmos esta vida.Agora, quantos de vocês sabem que são pecadores? Mas querem ir um dia para o céu? Todas as mãos se levantaram. – Está bem, então diga para Deus que você é um pecador.
Logo, silenciosamente as crianças se ajoelharam no chão, cada um falou com Deus, confessando os seus pecados.

- Diga-lhe agora que você crê que o Senhor Jesus Cristo morreu em seu lugar e peça que Jesus lhe salve neste instante.
Baixinho, as crianças começaram a orar.

O menino tirou uma Bíblia pequena (um Novo Testamento) do seu bolso, abriu ela no Livro do Evangelho de João 3:16.
- Vou ler um versículo da Palavra de Deus, quando chegar às palavras “o mundo” você deve substituir pelo seu nome e quando eu falar “todo aquele” você coloca seu nome ali também, estão entendendo?
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê, não pereça mais tenha a vida eterna”.
Cada um leu o versículo, colocando o seu próprio nome.
- Isto significa que se você de fato crê que Deus lhe ama e que Ele mandou seu Filho para morrer em seu lugar, e se você confia em Jesus e o recebeu em seu coração então você acaba de nascer na família de Deus, e todos que pertencem a família de Deus têm a vida eterna. É a palavra de Deus que diz isto, e pode ter certeza: É a verdade.
Ele parou um instante, e olhando firmemente para todos disse:
- Vocês estão notando que tenho ainda uma outra cor no meu guarda-chuva? Qual a cor que falta? Os ouvintes responderam, todos juntos: “Verde”. 


- Está certo, não falei nada sobre o verde, pois bem, é o seguinte, depois de termos recebido o Senhor Jesus e termos o perdão dos nossos pecados, estamos prontos para irmos para o céu, Jesus quer que nós cresçamos espiritualmente, que sejamos crentes mais firmes cada dia que passa.

- O verde nos fala das coisas que crescem, como as árvores, as flores, as gramas..., Você só vai se tornar um crente forte, se você ler a Bíblia e orar todos os dias, e ir a igreja todos os domingo, não se esqueçam disso.
Ele fechou o guarda-chuva.
- Quero que vocês vão embora agora para contar aos outros o que eu lhes contei, voltarei amanhã para ver se vocês poderão repetir para mim tudo o que lhes falei sobre as cores.
Todos que puderem me dizer os significados das cores, e explicar como é que a gente se salva, receberá um livrinho com estas mesmas cores, para poderem contar a mais alguém (o professor pode fazer vários livrinhos para darem aos seus alunos).
As crianças não voltaram logo para a brincadeira, em vez disso foram falar daquilo que acabaram de ganhar.
E o nosso amiguinho abriu o guarda-chuva novamente e continuou andando pelas ruas, procurando outras pessoas para ouvirem o Evangelho.
Fonte: escoladominical.net




x_3c154df8

Historia Evangelística - Como brilha sua luz?




Ilustrações:

Faça seis (6) corações de papel cartão com aproximadamente 35cm de comprimento
 por 33 cm de largura, ou do tamanho adequado para sua classe. 
A seguir, recorte a parte interna do coração, deixando apenas uma moldura de cerca
 de 5cm de largura. 
Cole papel celofane na abertura, preparando um coração das
 seguintes cores; amarelo, azul, verde, vermelho e branco.
 Cole cartolina preta no sexto coração. 
Segure uma lanterna acesa atrás do coração no menciona lo na lição.
 A luz representa o Senhor Jesus Cristo
 (João 9;5) mas Ele quem brilhar através 
de todos os que crêem n’Ele. (Mateus 5:16)

Lição:

As vezes, a luz do crente fica distorcida,
porque o seu testemunho não é claro.

 (Coloque a lanterna acesa atrás do coração amarelo). 
Esse coração nos lembra os medrosos. 
O Senhor Jesus quer brilhar através da pessoa, 
mas ela esta sempre “amarela” e pálida, 
com medo de falar de Cristo aos seus amigos,
 para não ser zombada por eles.
 Um crente covarde não pode levar 
outras pessoas a Cristo.
Agora (coloque a lanterna acesa atrás do coração azul), 
o Senhor Jesus quer brilhar através desta vida, também,
 mas este é o cristão triste. 
Vê tudo “azul escuro”, como o céu num
 dia nublado. Este tipo de crente murmura e reclama de tudo. 
Em João 15:11, Cristo diz que Deus quer que o crente seja 
cheio de alegria.
 Se ele é realmente feliz, outras pessoas
 vão desejar conhecer o seu segredo e entregarão a vida ao Senhor.
(A seguir, coloque a lanterna acesa 
atrás do coração verde)
Esta é a vida cheia de ciúmes. 
E o tipo de crente que fica “verde” de inveja.
 Ele quer Ter sempre a ultima palavra.
 Desse modo, a luz de Cristo não 
pode brilhar através dessa pessoa.
 (Prov.14:30)
O próximo coração é o vermelho. 
Ele fala de pessoas que perdem a 
calma e ficam vermelhas de raiva. 
Pessoas que falam palavras duras que
 ferem os outros. Crentes que gostam
 de destratar os outros, que espalha 
ódio em vez de amor. Salmo 37:8.
Como alguém pode ver a luz de Cristo 
num viver assim?
O coração seguinte é o branco. 
Este é o crente sincero e transparente. 
Essa pessoa mostra o Senhor Jesus através
 de uma vida reta e limpa. As pessoas
 logo desejam conhecer a Cristo
 atraídas pelo testemunho desse tipo
 de crente (l João 1:7).
Que tipo de pessoa é você? Talvez você 
se assemelhe a este último. 
(Coloque a lanterna atrás do coração 
coberto com cartolina preta). 
Nenhuma luz brilha em você. 
Isso quer dizer que você ainda não conhece a Cristo.
 O pecado domina o seu coração.
 Sendo assim, peça-lhe para tirar o seu pecado, através do sangue
 que Ele derramou na cruz do calvário.
 Desse modo, você se tornará filho
 de Deus(João 1:l2). Depois disso,
 você poderá viver uma vida de 
pureza e santidade, brilhando por
 Cristo onde quer que se encontre.




x_3c154df8

Historia Evangelística - A PEROLA DE GRANDE VALOR


 

FIGURA 1


Rajan, era um velho hindu pescador de pérolas, que acabava de submergir bem fundo na água. Na margem do rio, um homem loiro o esperava ansioso. Sabem quem era o homem? Era um missionário que tinha deixado o seu lar e tudo o que tinha para ir à Índia, a fim de falar sobre amor de Jesus pelas pessoas. Ele era o missionário David Morse, e nessa ocasião já era muito amigo do velho Rajan.


Rajan por fim, surgiu, rosto moreno na superfície da água sorrindo.

-Acho que encontrei uma pérola bem jóia senhor David, olha só!

David pegou a ostra com as suas mãos e abrindo-a com a faca gritava com alegria.

-Olha aqui Rajan, você encontrou um verdadeiro tesouro!

O velho Rajan olhou para a pérola e disse: Sim, mas há muitas pérolas melhores do que essa. Eu tenho uma muito grande e valiosa na minha casa.

-Veja, esta pérola tem umas manchas e também algumas imperfeições, como se fossem rugas! –disse David.

Rajan sorriu e disse:

-Viu? Isso se aplica ao seu tipo de pregação. A gente se acha bom aos nossos próprios olhos, mas Deus nos vê do jeito que somos: sujos e pecadores.

-Sim você tem razão Rajan –respondeu o missionário – mas ainda sendo tão maus e pecadores, Deus oferece de graça a sua salvação, oferece Seu perdão, nos limpa pelo Sangue de Seu Filho, e quer nos levar para o céu. Você pode entender isto querido Rajan?

-Não senhor, disse Rajan enquanto caminhavam de volta para cidade. Talvez você pense que eu sou muito orgulhoso, mas não posso aceitar o céu como um presente de Deus. Eu devo trabalhar muito para ganhar um lugar no céu.


- Mas Rajan, disse o missionário com tristeza; dessa maneira você jamais chegará no céu. E veja amigo, você está muito velho, talvez seja a última temporada que você pesca ostras. E se realmente quer ver as portas de perolas dos céus, você tem que aceitar por fé a salvação de Deus, porque ninguém pode comprar a salvação e o céu.

FIGURA 2


-Ah, não senhor David. –exclamou Rajan. Olhe, o senhor tem razão; hoje foi meu último dia como pescador de pérolas. Jamais voltarei a esta profissão, porque quando começar o ano novo sabe o que farei? Olhe, olhe bem para aquele homem!

O missionário olhou e viu um homem que passava pelo caminho descalço e com os pés ensangüentados, dava uns passos e depois de joelhos beijava o chão. Que coisa triste era ver aquele homem!

-Você está vendo? Isso é bom! –disse Rajan. Esse é um peregrino que faz penitência para alcançar o perdão dos pecados. É isso que eu farei. Daqui a poucos dias vou para a cidade de Delhi. Comprarei os céus, senhor David, só que irei de joelhos!

-Mas você ficou louco? Há milhares de kilómetros até Delhi! – disse o missionário. Seus joelhos ficarão despedaçados, ficarão infeccionados e com lepra antes de chegar em Delhi. Oh meu querido amigo! você vai morrer sem encontrar o amor de Deus. Eu não posso deixar que você faca isso, o Senhor Jesus já morreu para comprar o céu para você.

Mas Rajan não entendia nem queria aceitar a graça de Deus.

FIGURA 3


Passaram-se vários dias e o senhor Davi estava muito triste pelo seu amigo Rajan. Numa certa tarde ele ouviu umas batidas na porta. Era Rajan, e estava com o seu rosto muito sério.


-Venha comigo à minha casa, quero mostrar-lhe uma coisa. Por favor, venha. – Em silêncio chegaram na casa de Rajan.


-Amigo David, disse o velho hindu – amanhã começo a procissão de joelhos para Delhi. Sente-se aqui um pouquinho por favor, eu já volto!

Rajan saiu do quarto e pouco depois voltou trazendo uma pequena caixa forte muito segura.

-Eu guardei esta caixa por muitos anos. E dentro dela eu guardo somente um objeto que tem muito valor! É um segredo que não conto a ninguém há muitos anos… Senhor David, o senhor não chegou a conhecer, mas eu tive um filho. – Os olhos do velho hindu se encheram de lágrimas enquanto ia falando.

-Meu filho foi o melhor pescador de pérolas de toda a costa da índia. Ele sempre sonhava em achar uma pérola incomparável, queria a melhor pérola nunca vista. Um dia, ele a encontrou…mas quando abriu a ostra ele já estava muito tempo mergulhado. E ainda que tivesse achado a pérola perfeita ele, morreu poucos dias depois.


-Por todos esses anos tenho conservado esta pérola. Mas, como agora estou partindo para não mais retornar, quero dar esta pérola de presente ao senhor. Sabe senhor David, o senhor tem sido meu melhor amigo nestes anos, e quero lhe dar este presente…

Dizendo isto Rajan abriu a fechadura da caixa e dos algodões tirou uma pérola gigante e a colocou na mão do seu amigo.


Que maravilha! Era realmente perfeita. Por um momento o senhor David ficou mudo de espanto, contemplando a pérola. Depois disse:

-É a pérola mais maravilhosa que eu já vi em toda a minha vida! E quero comprá-la senhor Rajan! Quanto custa hein? Eu darei 10.000 reais por ela! MMM não! Ainda é pouco, aliás, pagarei 20.000 reais por ela. O que você me diz? Vale mais do que isso? Já sei, eu trabalharei para você pelo resto da minha vida para obter essa pérola!

Rajan não acreditava no que ouvia. Até que em fim respondeu…

- Senhor David, por favor, essa pérola não tem preço. Ninguém no mundo pode pagar o que ela vale para mim. Ela não está à venda. É um presente para o senhor!


-Não senhor Rajan…- disse o missionário – desse jeito não poso aceitar! Talvez pareça eu um pouco orgulhoso, mas eu vou trabalhar, vou me sacrificar e assim conseguirei comprar essa pérola tão valiosa.

O velho tremia de indignação!

- O senhor não está entendendo! Meu único filho deu a sua vida para pegar esta pérola do fundo do mar. O valor desta pérola é a vida e o sangue do meu filho. Não está a venda! Aceite a pérola como um presente meu… por favor…

Então o missionário falou muito emocionado.

FIGURA 4

-Rajan, meu amigo… Você não esta vendo que o Senhor quer ensinar algo para você? Deus está oferecendo a salvação da sua alma como um presente, porque custou nada menos que a vida e o sangue do seu próprio Filho, e Único Filho. A salvação é tão grande que nenhum homem na terra pode comprá-la; e ninguém é tão bom que a possa merecer. Rajan, eu aceitarei humildemente esta pedra preciosa, porque dinheiro e sacrifício nenhum pagarão pela vida do seu filho. E neste momento Deus também lhe oferece a salvação de graça. Ele oferece o perdão dos seus pecados e quer levá-lo para o céu. Você não quer aceitar também humildemente este maravilhoso presente de Deus sabendo que custou a vida do seu único Filho Jesus?

As lágrimas caíam copiosamente do rosto de Rajan.

- Agora entendo! E aceito a salvação de Jesus o Filho de Deus, eu nunca poderia pagar o preço de um amor tão grande, que é o amor de Deus por mim! Só me resta aceitá-lo!

Assim o missionário orou com o velho pescador, e naquele dia Rajan recebeu o maior presente, a inigualável pérola de Deus! Jesus o Presente de Deus aos homens!


História extraída da revista argentina “El puentecito”. Ilustrada no Photoshop e adaptada pela Pra Gabriela Pache de Fiúza. (revisão Pr Joel Fiúza)

<a href="http://s1125.photobucket.com/albums/l587/gif-mania/album99/?action=view&amp;current=x_3c154df8.gif" target="_blank"><img alt="x_3c154df8" border="0" src="http://i1125.photobucket.com/albums/l587/gif-mania/album99/x_3c154df8.gif" /></a>


Historia Evangelística - DEIXE A SUA LUZ BRILHAR



“Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus” (Mateus 5:16).

Textos adicionais: Efésios 6:10-17; Hebreus 13:5; Romanos 12:12, 21.

Material Necessário

1 abajur pequeno sem o quebra-luz
4 quadrados de papel de embrulho dobrados ao meio
Uma caneta hidrográfica ou giz de cera preto

Modo de Preparar

Dobre o papel ao meio e faça um recorte centralizado na dobra de cada quadrado de papel, suficientemente grande para permitir que a lâmpada passe por ele.
Com a caneta ou giz de cera, escreva um pecado em cada uma das folhas dobradas para impedir que a luz brilhe (desobediência, mentira, inveja etc.).

Mensagem

“Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus” (Mateus 5:16).
(Coloque a lâmpada do abajur e as folhas de papel sobre a mesa.)
A lâmpada representa qualquer um de nós. Sem Cristo não temos luz. Pois Ele é a verdadeira Luz e é a Sua luz que refletimos (João 1:9). (Ligue a lâmpada.) Agora que temos luz, devemos deixá-la brilhar (Mateus 5:16).
Algumas vezes, os pecados impedem que Cristo brilhe através de nós.

Primeiro papel: Desobediência. Comente: Quando desobedecemos nossos pais, os professores na escola ou os líderes na igreja, estamos impedindo que a luz de Jesus brilhe através de nós.
(Desdobre o papel com a palavra “Desobediência” e cubra a lâmpada.) Se realmente procuramos ser honestos em tudo, a luz de Jesus irá brilhar intensamente por meio das nossas atitudes e do nosso comportamento (atravesse o papel na lâmpada pelo corte feito, até que esta fique totalmente visível e o seu brilho seja revelado).

Segundo papel: Mentira (Fofoca entre amigos, vizinhos, parentes, etc.).
Contar mentiras também impede que a luz de Cristo brilhe através de nós (coloque o papel cobrindo a luz). Quando vencemos essa tentação (passe a lâmpada pelo corte do papel), estamos deixando nossa luz brilhar. Deus nunca permite que Seus filhos sejam tentados além do que possam suportar (I Coríntios 10:13) e estará sempre dando forças para que eles consigam vencer cada tentação.

Terceiro papel: Negligência (Levantar tarde no sábado de manhã, não estudar a Bíblia, não se alimentar corretamente etc.).
Algumas vezes somos tentados a dormir até mais tarde, a não estudar a nossa Bíblia, não desenvolver bons hábitos alimentares ou fazer tantas coisas que nos prejudicam (coloque o papel sobre a luz). Ao fazer isso, impedimos que a luz de Jesus brilhe através de nós. Quando fazemos o que é correto, vencemos a preguiça, levantamos sempre na hora certa, desenvolvemos bons hábitos (passe a luz pela fenda do papel), estamos deixando a luz de Jesus brilhar através de nós.

REFLEXÃO

Muitas vezes, nós nos esquecemos de que devemos brilhar, que devemos refletir a luz de Jesus. Deus nos permitiu nascer com a missão de mostrar a todos o Seu grande amor em toda a nossa vida. Não devemos viver uma vida “apagada”, sem a luz de Jesus em nós. Vamos começar a deixar nossa luz brilhar hoje mesmo?

x_3c154df8

Historia Evangelística - CLARA INFORMA


"Eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação" (II Coríntios 6:2).
Textos adicionais: Eclesiastes 11:9; 12:1; Atos 22:16.

Material Necessário

1 relógio redondo
1 vidro de conserva
Pedaço pequeno de tecido colorido para o vestido
Pedaço pequeno de tecido contrastante para a capa
1 laço colorido ou flor artificial
Fita de tecido
Papel-cartão preto
Fita adesiva
Cola quente (opcional)
Barbante
Cartaz com o verso Bíblico

Modo de Preparar

Faça um personagem usando os objetos solicitados. Faça os olhos e a boca com o papel cartão e cole sobre o relógio que será o rosto da Clara. Esse relógio deverá ser preso sobre o vidro de conserva com fita adesiva. Coloque o tecido franzido ao redor do vidro. Amarre-o bem na boca do vidro com o barbante (ou cole com cola quente) e arrume a roda da saia. Corte o outro tecido em forma de capa e coloque-o ao redor dos ombros da Clara. Amarre com uma fita. Coloque um laço ou flor no "cabelo" da Clara, prendendo-a com fita adesiva ou cola quente.

Mensagem

Estamos felizes por ter conosco hoje uma visitante. Todos nós a conhecemos e a vemos diariamente. Ela está aqui (aponte para o relógio). Seu nome é Clara Informa.
Talvez vocês não saibam que ela pode falar, mas pode. Ela fala conosco muitas vezes durante o dia. (Acerte os ponteiros para o meio-dia.) Por exemplo: "É hora do almoço", ela diz. Ficamos felizes porque Clara nos lembra que é hora de almoçar!
Clara também nos diz que é hora de ir para a escola (acerte os ponteiros para o meio-dia e meia). A velha e fiel Clara nunca esquece de dizer à professora quando é tempo de ir para casa.
"É hora do jantar!", ela informa (acerte os ponteiros para as seis horas). A mamãe olha para a Clara o tempo todo e assim sabe quando é hora de colocar os alimentos gostosos sobre a mesa. A Clara não a deixa esquecer.
Sete meia! (Acerte os ponteiros.) "É hora de fazer a lição de casa", a Clara Informa. "Essa não, Clara! Espere! Espere um pouco!" Mas a Clara não espera. Ela simplesmente segue com seu tique-taque. "Vamos, vamos, ocupem-se", ela diz.
Então, os ponteiros marcam oito e meia ou nove horas (mova os ponteiros), e a Clara informa: "Hora de dormir!" Algumas vezes você gostaria que ela parasse de dizer o que fazer, mas ela simplesmente prossegue com o seu tique-taque.
Aí, quando você está no melhor do sono, "trim, trim, trim!" (Faça soar o alarme.) "Acorde, acorde seu dorminhoco", e a Clara informa: "Levante-se, está na hora!" – "trim, trim, trim!" "Você já dormiu bastante!"
"Por favor, Clara, pare!" Mas a clara continua fazendo "trim, trim, trim!"
Clara nos faz muitos outros lembretes – hora de ir à igreja, hora do papai chegar do trabalho, hora do pôr-do-sol...
Mas há mais uma verdade ainda que Clara nos informa o tempo todo, não importa o que estejamos fazendo: "Eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação" (escreva o verso em um cartaz ou na lousa e peça para as crianças lerem em voz alta).
(Acerte os ponteiros para a hora atual.) Se você ainda não está fazendo isso, agora é o tempo de começar a viver cada momento para Jesus, hoje é o dia da Salvação!

REFLEXÃO

Por tudo o que a Bíblia nos diz e também pelas profecias, sabemos que estamos vivendo nos últimos tempos desse velho mundo. Agora é a hora de pedir a Jesus que nos ajude a entregar o nosso coração a Ele. Ele sempre está conosco, a cada segundo, a cada minuto, cada hora, dia, semana, ano, afinal, a vida inteira. Jesus, porém, respeita o nosso pensamento, a nossa escolha. Ele não nos obriga a nada, a escolha é sempre nossa. E você pode escolher estar ao lado de Jesus. Você pode escolher pedir a Ele que venha morar em seu coração. Este é o momento certo! Agora é o tempo. "Hoje é o dia da salvação!" Quantos gostariam de escolher estar sempre com Jesus?
x_3c154df8

Dia do Amigo




O maior mandamento é AMAR AO PRÓXIMO COMO A NÓS MESMO, devemos usar esta data para ensinar e lembrar como é importante o amor entre os irmãos em Cristo. A bíblia nos fala que nos últimos dias a falta de amor seria sem tamanho, mostre os versículos da bíblia que fala da amizade, incentive-as a amar seu amiguinho.

Outro ponto importante que devemos abordar neste dia, é o preconceito. Diga que Deus nos fez diferente e nos ama assim do jeitinho que somos: gordinhos, magrinhos, branco, negro, careca, com óculos, etc.





Música para dia do amigo:(copie e cole o link no navegador)

Impossível te esquecer - Fernanda Brum e Eyshila
http://www.4shared.com/mp3/aWc6pBHY/eyshila_e_fernanda_brum_-_impo.html

Você Merece - Fernanda Brum e Eyshila
http://www.4shared.com/mp3/RsHQT9rx/fernanda_brun_e_eishila_-__voc.html



Versículos sobre a AMIZADE


Provérbios 17:17 “O amigo ama em todo o tempo; e para a angústia nasce o irmão.”

Provérbios 27:9-10 “O óleo e o perfume alegram o coração; assim é o doce conselho do homem para o seu amigo. Não abandones o teu amigo, nem o amigo de teu pai; nem entres na casa de teu irmão no dia de tua adversidade. Mais vale um vizinho que está perto do que um irmão que está longe.”

Filipenses 2, 3-4 "Não façais nada por competição e por desejo de receber elogios, mas por humildade, cada um considerando os outros superiores a si mesmo"

Provérbios 27, 6 " A bofetada do amigo é leal, mas o beijo do inimigo é mentiroso"


João 15,15 "Não vos chamo empregados, pois o empregado não sabe o que o patrão faz; chamo-vos amigos, porque vos comuniquei tudo o que ouvi a meu Pai"

Provérbios 16, 28 "O homem perverso provoca contendas, e quem calunia separa os amigos"

Tipos de Fantoches


O teatro de bonecos talvez seja mais velho do que o próprio teatro com atores de verdade. É assim: em vez de pessoas interpretando personagens, quem conta a história são bonecos controlados com a mão.

Cada parte do mundo tem um tipo de boneco diferente: no Brasil, os mamulengos do estado de Pernambuco; pelo mundo, há desde os bonecos dos índios americanos aos fantoches e marionetes da Europa, até chegar na Índia e em Java, com suas milenares tradições nessa arte!

No Brasil, dia 9 de maio é o Dia do Fantoche.

Como fazer fantoches


Os fantoches são feitos de madeira, metal, papel, palha, barro, etc. São vestidos a caráter. Geralmente cada boneco tem o seu nome e a sua personalidade. Em todas as representações, nunca saem de uma determinada “linha de conduta”. Assim o chorão, o briguento, o valente, o bondoso, sempre se apresentam com seus predicados, pelos quais se tornam conhecidos. 


Tipos de fantoches

Os mais comuns são:
· Fantoches de pano ou feltro, de luva, de espuma, saco de papel e de vara.

 Agora usando a criatividade e a imaginação podemos fazer: 
· Fantoches de copo plástico, bolinha de isopor, colher de pau, sacola de mercado, prato de papelão ou de plástico, garrafa pet, com caixas (mais usada é a de leite), meia, rolo de papel, etc.  


Alguns modelos









                                              
Colher de pau


Fantoche de vara ou varoche

Rolo de papel

Saco de papel


Luva


de caixa








Pratos

Feltro
x_3c154df8

Aprendendo sobre fantoches

Quem não gosta de fantoches???
Uma aula com estes amiguinhos fica bem mais atrativa.
Quando falamos de fantoches, imaginamos sempre aqueles tradicionais de espuma ou de veludine...Mas nem sempre temos este tipo de material em mãos.
Outra preocupação que vejo muito é a de não saber manipular o fantoche.
Então, colocarei dicas de manipulação, moldes e tipos de fantoches aqui feitos de vários tipos de material, ate recicláveis.

Vamos lá...


MANIPULAÇÃO DE FANTOCHES


O boneco é um objeto inanimado até que o manipulador lhe dá vida . Essa vida é expressa pelo modo como o manipulador manipula o seu boneco . Essa é a maneira a se considerar em dar vida a um boneco .
Para primeiro dominar a técnica de manipulação de bonecos, é necessário que o ator conheça os movimento de suas mãos antes de começar a trabalhar com o boneco em si . Conhecer o movimento de cada dedo, movimentar o pulso e criar ritmos em cada movimento . Feito isso o ator-manipulador estará adquirindo percepção e domínio do movimento das mãos, educando-as para adquirir o máximo de sincronismo e naturalidade quando estiver interpretando com o fantoche . Podemos observar que as nossas mãos estão em constante movimento (Juntamente com os braços e o corpo) , com elas também nos comunicamos através de gestos , ora demonstrando algo, ora expressando um sentimento .
Antes de começarmos a trabalhar a parte da manipulação, vamos primeiro trabalhar o corpo e a voz , conhecer a postura correta de se manipular um boneco . Para isso começaremos com exercícios básicos de aquecimento físico, alongamento e relaxamento para o corpo e braços .

1.    Mantenha-se em pé, coluna reta com os braços paralelo ao corpo .

2.    Respire e solte o ar por duas vezes .

3.    Passe o braço direito por cima da cabeça e segure o rosto do lado esquerdo e puxe inclinando a cabeça para o direito . Faça o mesmo procedimento com o braço esquerdo passando-o por cima da cabeça e segure o rosto do lado direito e puxe inclinando a cabeça para a esquerda .

4.    Movimente a cabeça para cima e para baixo, para os lados .

5.    Relaxe a cabeça e agora gire os ombros 8 vezes para frente e para trás.

6.    Relaxe os ombros e agora gire os braços oito vezes para frente e para trás .

7.    Estique os braços para frente alongando-os e solte relaxando, repita quatro vezes.

8.    Coloque os braços ao lado do corpo e apertando-os ao sovaco, tente fazer o movimento como se tivesse batendo asas, mas somente do cotovelo até as mãos, faça com rapidez e depois solte e relaxe, repita por quatro vezes .

9.    Inspire e expire . Agora respire ofegante e lentamente usando sempre o diafragma .

10. Faça um aquecimento de coluna.
Primeiro desça a cabeça ; depois o peito ; barriga ; cintura; quadris; coxa; enrolando o corpo até o chão. Permaneça por um momento, conte até cinco vá desenrolando o corpo subindo  por  último a cabeça . 
Repita o movimento por três vezes .
11- Trabalhe os pés. Fazendo movimento para cima e para baixo. Agora faça movimento em círculo por cinco vezes, para dentro e para fora. Faça o mesmo exercício só que agora com os joelhos.

12- Respire e repita o exercício 9.

13- Estique os braços para frente com as mãos abertas como se fosse um sinal de pare.

 DICÇÃO

Para trabalhar textos com falas, ter domínio da dicção é fundamental  para trabalhar
a personagem  .Quanto melhor desenvoltura você terá na sua interpretação. Comece com estes exercícios :              

BA  BE  BI  BO  BU
LA  LE  LI  LO  LU
DA  DE  DI  DO  DU
PSA  PSE  PSI  PSO  PSU
PRA   PRE  PRI  PRO  PRU
VRA  VRE   VRI  VRO  VRU
BLA  BLE  BLI  BLO  BLU
SAPATOPRÁ   SAPATOPRÉ...
CADEIRAPLÁ   CADEIRAPLÉ..
JANELAFRÁ  JANELAFRÉ...

Repita três vezes seguidas estas palavras :

a- TESSALONICENSSES
b- PARALELEPÍPEDO
c- OTORRINOLARINGOLOGISTA
d- MISSANTROPO
e- ARTAXERXES


TRAVA-LÍNGUA 

Exercícios de trava-língua pode parecer brincadeira de criança, mas é um ótimo exercício para melhorar  a dicção e a projeção vocal . Repita cada palavra articulando bem as mesmas, depois repita-as falando rápido por três vezes.

Segue algumas sugestões abaixo :


DIGA RÁPIDO, SEM TROPEÇAR NA LETRA
E SEM ERRAR A PALAVRA

MARIA MOLE É MOLENGA
SE NÃO É MOLENGA,
NÃO É MARIA MOLE.
É COISA MALEMOLENTE ,
NEM MALA, NEM MOLA
NEM MARIA, NEM MOLE.

O DESINQUIVICAVACADOR
DAS CARAVELARIAS
DESINQUIVICAVACARIA
AS CAVIDADES QUE DEVERIAM SER
DESINQUIVICAVADA
A SÁBIA NÃO SABIA 
QUE O SÁBIO  SABIA
QUE O SÁBIA SABIA.
O DOCE PERGUNTOU  PRO  DOCE
QUAL  É  O  DOCE  MAIS  DOCE
QUE O  DOCE  DE  BATATA  DOCE.


 A   MANIPULAÇÃO                   

Antes de começarmos a manipular o boneco em si, o ator bonequeiro precisa conhecer primeiramente o movimento das mãos, a articulação dos pulsos, braços e dedos. Enfim, trabalhar e estudar movimentos sem o uso do boneco.
                   
Primeiro Passo -  Movimentando com os dedos

Movimente cada dedo das mãos.
Movimente para frente, para trás e para os lados. Feito isso, faça com que aja interação entre os dedos. Pegue tinta  guache ou de tecido [ diversas cores] e pinte os dedos de cada cor em forma de carinha [ não é necessário ter detalhes, olhos, boca, etc .
Agora comece trabalhando com pequenos diálogos com os dedos, por exemplo, o indicador e o polegar;
   
INDICADOR  :  VERMELHO : Bom dia senhor amarelo. Está um belo dia  hoje não? AMARELO  : Bom dia senhor vermelho o dia está maravilhoso.

Trabalhe com diálogos simples e objetivos , para ter uma noção.
De características a cada personagem e um tipo de voz diferente para cada um.
Agora vamos fazer uma variação. Tomemos copinhos, destes descartáveis tipo de servir café.
Pegue caneta hidrocor desenhe vários rostinhos, coloque o copinho nos dedos e trabalhe manipulação, prenda os copinhos com fita dupla face nos dedos.
faça o mesmo exercício básico, crie diálogos, situações, coloque música de fundo para desenvolver ritmo aos dedos.

Segundo Passo - Manipulando objetos

Pegue objetos que não sejam fáceis de quebrar e comece a contar uma  história. Você pode desenvolver a história pegando lápis e canetas que são objetos fáceis de se manusear. Trabalhe outros tipos de objetos, de diversas formas e tamanhos.


                                     Veja alguns exemplos :
                       
                                copos               latas                   pregador                                                             brinquedos       pregos                livros
                                colher              garrafa  pet        sapatos
                                caixas              potes                  pedra
                                papel                    
 
Crie movimentos com os objetos. Jeito de andar, de correr, tipo de voz, jeito  de falar.

Terceiro Passo - Manipulando com figuras

Pegue figuras de revistas, jornais, revistas e recorte-os. Feito isso comece a     trabalhar a manipulação e improvisar diálogos, como foi demonstrado nos passos anteriores. Essas figuras servem para trabalhar a criatividade e caracterização de um determinado personagem. Por exemplo:

Pessoas da política, artistas, animais, crianças, jovens, velhos, etc. Enfim você estará criando uma galeria de personagens.

Quarto Passo - Manipulando fantoches de mão

Os fantoches de mão são os mais fáceis de manusear para o manipulador iniciante, pois todos os movimentos resultam da forma como o manipulador movimenta o boneco. Antes de você usar o fantoche, trabalhe primeiramente os movimentos das mãos, dos pulsos e dos dedos. Comece com uma simples pantomima. Dominando os movimentos básicos, passe para os mais avançado. Para você observar melhor a sua manipulação , coloque a sua frente um espelho quando você tiver segurança com os movimentos básicos passe a manipular o boneco em si. Segue no final desta      apostila um quadro com os movimentos básicos.

Quinto Passo - Manipulando bonecos

Fantoches são bonecos daqueles tipos sem boca, em que as cabeças são feitas de bolas de isopor ou papel marche,  em alguns lugares e no meio teatral eles são conhecidos como mamulengos. Esse tipo de boneco é mais conhecido como fantoche, já bonecos definimos estes que são do estilo da televisão ( Cocoricó, TV Colosso, TVE,  Muppets, Vila Sésamo, Boneca  garrafinha, etc.), por suas bocas serem móveis. Usualmente o movimento possível para esse tipo de boneco é o abrir e o fechar da boca, vamos estudar alguns exemplos para tornar esse movimento mais eficaz.

a - A cabeça do boneco deve ser mantida levemente inclinada para que a platéia possa ver os olhos do  boneco.

b - No ato de falar, os movimentos dos dedos e dos pulsos do manipulador devem coincidir com as, palavras do diálogo.
                                    
c - Sempre que começar um diálogo termine-o com boca fechada.

d - Ao fazer o boneco dialogar movimente o pulso para ambos os lados para dar movimento ao boneco enquanto este fala.

e - Comece com a própria voz a trabalhar cada consoante do alfabeto. É necessário domina-las primeiro depois partir para os diálogos.

EX:  
  
ALFABETO    =    PRONÚNCIA

A                =           a
B                =           Be
C                =           Ce
D                =           De
E                =           e
F                 =           Éfe
G                =           Ge
H                =           Agá
I                  =           i
J                 =           Jota
K                =           Cá
L                 =           Éle
M                =           Eme
N                 =           Ene
O                 =           O
P                 =            Pe
Q                 =           Que
R                 =            Erre
S                 =            Esse
T                 =            Te
U                 =            u
V                 =            Ve
W                =            Dabliu
X                 =            Xis
y                  =           Ipsulom
Z                  =           Zê


f-          Pratique com o boneco recitando frases simples e poemas infantis.
Por Exemplo:
                                                                        “Eu vou pra a casa.”
                                                                        “Minha boneca é de pano.”
                                                                        “Meu jardim é florido.”

Cante cantigas de roda somente com a sua voz. 
Consiga efeitos diferentes variando a velocidade e o quanto você abrirá a boca do boneco.
O boneco pode fazer movimento de "sim" ou "não", pratique sempre os movimentos básicos diante de um espelho.
Utilize também CD's com músicas infantis para treinar dubla e aprimorar a manipulação e a voz.

Sexto Passo-  Manipulando fantoches de varetas

Esse tipo de fantoche consiste de uma vareta para o corpo e cabeça e uma vareta para cada mão. Segure a vareta da cabeça e a vareta para uma das mãos e a terceira vareta com a outra mão. A manipulação deste fantoche depende da mobilidade do corpo e das mãos, os fantoches de vareta sem o corpo mas com roupas longas, podem dar um efeito de movimentos ondulantes.
Com os bonecos de boca móvel, você pode colocar varetas e ferrinhos nas mãos. Só que esse tem uma diferença você irá manipular a boca com a outra mão, cruze os ferrinhos em forma de X e entrelace os ferros entre os dedos como se estivesse manuseando pauzinho japonês. Esse método permite que você movimente melhor os braços e faça movimento  de bater palmas.

Sétimo Passo- Fantoches com fios ou marionetes

Antes de adentrarmos a manipulação de marionetes é necessário conhecer tipos diferentes de controles. Todos marionetes precisam de controle para segurar os fios. Vejamos alguns:

# - Controle de uma peça
Use uma régua de 30cm ou pedaço de vareta do mesmo tamanho.

# - Controle de duas peças
Para fantoches pequenos e leves, faça este controle com palitos de sorvete, cole um sobre o outro em forma de cruz. Para fantoches mais pesados pegue dois pedaços de madeira com 15cm de comprimento por 2,5cm de largura. Faça ranhuras em cada pedaço de madeira, as ranhuras ajudarão a manter os fios no lugar.

# - Controle de três peças
Use três pedaços de madeira, cada qual com 15cm por 2,5cm de lar ura pegue também um prendedor de roupa. Faça ranhuras nos três pedaços de madeira. Agora cole com pedaço de madeira com quatro ranhuras quase no alto do pedaço de madeira com uma ranhura. Vai ficar um avião tipo biplano, cole o prendedor e prenda o pedaço de madeira com duas ranhuras com o prendedor de roupa.

Agora que conhecemos os controles, passaremos para a parte da manipulação com o marionetes de um controle só . Segure o controle com uma das mãos e use a outra mão para levantar sutilmente o fio para conseguir movimentos.
Marinetes com controles de três ou quatro peças dão margem a uma variedade de movimento, procure evitar roupas que atrapalhe a manipulação dos marionetes. Manipular não é tão fácil quanto se parece, requer muita prática e exercício para se dominar todos os movimentos possíveis. Observe como as pessoas se movimentam
e experimente o mesmo efeito com a marionete, sempre pratique diante de um espelho, começando com movimentos simples como acenar com a mão, apontar, coçar a cabeça, fingir que está chorando etc. Para fazer o boneco caminhar, balance bem de leve os controles de um lado para o outro. Mantenha os pés do boneco no 
chão, para que não pareça que está flutuando no ar, evite fazer o boneco andar depressa. Sempre mantenha o corpo do boneco na posição vertical, do contrário, parecerá que está desequilibrado. Trabalhe outros movimentos como, deitar, dançar, inclinar e sentar. Pratique movimentos básicos.

Oitavo Passo - Trabalhando a voz para os fantoches

Colocar uma voz no boneco requer habilidade, siga estas sugestões .     

# - Comece usando sua voz normal. Quando estiver seguro experimente usar uma voz diferente.
# - A voz de um fantoche deve combinar com o seu caráter, uma formiga e um elefante não pode ter a mesma voz.
# - Compreenda a natureza física da personagem para que a voz seja condizente com ela.
# - Quando  houver dois fantoches em cena trabalhe tons contrastantes, (Tom baixo, alto, grave, agudo.).
# - Desenhos animados são ótimas referências para se buscar tipos diferentes de vozes.
# - Leia pequenos textos e trabalhe-os usando a voz.
# - Para se ter mais segurança na voz e na manipulação, decore um texto.
# - Imite vozes de animais e tente adequar a voz do fantoche.

Nono Passo - Trilha sonora

O desempenho de qualquer peça de teatro de bonecos é realçado por uma trilha sonora. A música estabelece quando a peça vai começar e dá uma sensação de fim quando a peça se encerrar.
Possibilita fazer ligação de uma cena para outra, ajuda a mostrar passagem de tempo enquanto a mudança no cenário. A trilha sonora deve ser simples para não dominar a peça, use a trilha somente quando os bonecos não estiverem falando, isso impede que a música abafe as vozes, grave a trilha em Cd ou fita, sempre selecionando músicas apropriadas para as peças.

Décimo Passo - Dicas para uma boa manipulação

# - Os fantoches devem ser mantidos na posição vertical, não incline os fantoches.
# - Cada movimento deve ter um significado, evite movimentos sem razão.
# - Os fantoches devem entrar por um dos lados do palco, ao menos, que seja um efeito especial (subir de elevador, escada rolante ).
# - Quando dois fantoches estiverem em cena devem estar com os olhos no mesmo nível.
# - Os bonecos que não estiverem falando , podem concordar ou discordar, sempre participando da cena, nunca parado e sem movimento .
# - Trabalhe reações e emoções com os bonecos. Observe os movimentos de outros bonecos e maneiras de manipulação.

Como todo seguimento, o teatro de fantoche tem um mundo de opções, você descobrirá com o tempo muitas outras maneiras de fazer teatro de bonecos e adquirirá técnicas para seu desenvolvimento profissional . 
Isso é só o básico do básico .
  
AGORA É COM VOCÊ !!!  DIVIRTA- SE x_3c154df8